Serra de Montejunto – Estação da Biodiversidade

By Era Uma Vez No Trilho | Caminhada

Serra de Montejunto Estacao da Biodiversidade

Como já vos tinha dito neste artigo, a Serra de Montejunto tem um significado especial para mim. Mas não é só por estar aqui próxima que me tornei um consumidor assíduo. Existe mesmo um enorme potencial em toda a serra para praticar atividades muito diferentes.

E estamos a falar de um espaço que fica relativamente perto da zona de Lisboa e concelhos vizinhos. O que permite, via A1 até ao Carregado e depois pela EN1, chegar com facilidade e rapidez até Abrigada. Depois daí é só escolher qual a forma que preferem para subir a serra.

Uma das atividades possíveis são os passeios pedestres, e é um desses percursos que vos trago hoje. A Estação da Biodiversidade de Montejunto é um percurso circular de aproximadamente 1,8 Km.

Tem 8 painéis colocados ao longo do caminho onde temos disponível informação variada sobre a fauna e a flora que por ali existe. Têm imagens e descrições dos animais e plantas, que podem estar mesmo à nossa frente, ou que podemos ter a sorte de encontrar.

É um percurso muito bom para fazer com crianças pequenas. É curto, bastante plano, sem dificuldade técnica, e tem os painéis espalhados ao longo do caminho. O que funciona muito bem como motivação para continuar.

Quem habitualmente caminha com crianças sabe que eles se “cansam” com facilidade. Aqui, com o pretexto de descobrir o que está no próximo painel, lá acabam por os convencer a andar mais um pouco.

Se já tiverem crianças maiores podem sempre ligar com outros caminhos e trilhos que existem perto.

O percurso começa e acaba junto ao Centro de Interpretação Ambiental de Montejunto. Deixo-vos o mapa abaixo para que possam ver exatamente onde fica. Para mim a parte final é a mais bonita, marca a diferença para o resto do caminho. Vejam e sintam por vocês.

 

À boleia de fazer o percurso, ou não, podem também visitar uma série de construções e vestígios arqueológicos. A Real Fábrica do Gelo é talvez o mais conhecido e mais importante.

Esta fábrica foi construída no século XVIII, e tinha como objetivo abastecer Lisboa de gelo. A história de como era fabricado, armazenado e levado para Lisboa durante a noite é muito interessante. Tudo para que a Corte, a nobreza e alguns cafés tivessem as suas bebidas fresquinhas.

Podem também aproveitar o Parque de Merendas para almoçar ou lanchar e passar assim um dia diferente.

Só uma última nota para que tenham atenção à meteorologia. No Verão a serra é no geral bastante quente e exposta, chapéu e protetor solar é fundamental.

Em meia estação, às vezes mesmo que esteja bom tempo no lado sul, no cimo da serra e no lado norte as coisas não são bem assim. É sempre melhor levar um casaco ou um corta-vento. Quando lá chegarem, logo vêm se é preciso.

Aproveitem o tempo, saiam de casa, e vão para a natureza com as vossas crianças. Nunca são demasiado pequenas para experimentar e ganhar o gosto. Às vezes queremos que eles sejam defensores e protetores da natureza, como é que isso pode acontecer se não a conhecerem?

Se já fizeste este percurso ou conheces a Serra de Montejunto, deixa a tua opinião e as dicas que achares interessantes na zona de comentários abaixo. Se estiveres a ver alguém a quem esta ideia de percurso assenta que nem uma luva, faz o favor de partilhar! Obrigado.

Follow

About the Author

(2) comments

Add Your Reply